Blog

“Alunos da Faculdade Guarapuava dividem conhecimento sobre erva-mate”,

02 de dezembro

Um chimarrão mais saboroso ou um tererê digno dos melhores apreciadores. É com esse, propósito que alunos do curso de Agronomia da Faculdade Guarapuava estão se aprofundando no tema. Assim, eles estudam técnicas de manejo, fitotecnia e a análise sensorial da erva-mate em, Inácio Martins. E o mais interessante é que eles compartilham o conhecimento com produtores da Região.

Para isso, conforme a Instituição, promovem reuniões técnicas em escolas, empresas da Região e, até em casa dos agricultores do setor. De acordo com o doutorando e coordenador do curso de Agronomia, Elói Bareta, ao longo deste ano, os alunos Luan Santini e Ricardo Perussolo se, dedicaram à pesquisa. Eles desenvolveram projetos de iniciação científica. O objetivo dos estudos pautou a cultura “da erva-mate.

Conforme os resultados, essa cultura tem grande potencial produtivo na Região Central do, Paraná. Isso se deve a alguns fatores, segundo ele. Surge o clima, precipitação e tipo de solo que, favorecem o desenvolvimento da planta. Constatou-se, por exemplo, uma melhor qualidade da erva-mate produzida em altitudes acima de 1.100 metros. De acordo com a pesquisa, o produto, se tornou mais saboroso. E, portanto, com grande potencial de comercialização.

“CONHECIMENTO”

Para o acadêmico Pedro Miguel Diachuk, a busca de mais conhecimentos pela iniciação científica, tem muita relevância. Além de possibilitar a adoção de novas técnicas de pesquisa, permite, também o aumento da produção dos agricultores.

Já o aluno Luan Santini, diz que a pesquisa permitiu ganhos expressivos na área em que atua, junto com a família. Com o mesmo entusiasmo, Ricardo Perussolo constata que com a iniciação, científica, passou a ter um amplo conhecimento. Não só sobre a erva-mate, mas sim na área de pesquisa, que é onde pretendo atuar no futuro. De acordo com o professor Bareta, novos estudos devem ser estimulados. O que vai continuar propiciando um contato maior entre os agricultores com a ciência. E aos alunos a oportunidade, de conviver com pessoas que trabalham no campo e possuem uma experiência que precisa ser preservada e valorizada pelo meio acadêmico.

Relacionados

NOVO

Coleta seletiva de dispositivos eletrônicos

No dia 12 de junho de 2024, ocorreu nas dependências da FG uma iniciativa significativa: a coleta seletiva de dispositivos eletrônicos obsoletos,...

NOVO

Exposição das maquetes desenvolvidas pelos alunos do 7° período da disciplina de Construções Rurais do curso de Agronomia!

Confira a exposição das maquetes elaboradas pelos alunos do 7º período da disciplina de Construções Rurais do curso de Agronomia! Durante...

NOVO

Festa Junina da FG

Na noite do último dia 06 de junho a FG realizou a sua Festa Junina, em sua sede do Jordão. Comidas típicas, quentão, música, quadrilha e...

Fique por dentro!

Inscreva-se e receba as novidades.

Converse pelo Whatsapp

Entraremos em contato assim que possível.